10 dicas de decoração para cada cômodo da casa

Quando falamos em decorar um ambiente, uma série de imagens e referências surgem em nossas cabeças. Todos nós gostaríamos de ter as decorações que aparecem nas revistas, porém nem sempre é possível contratar o decorador ou arquiteto responsável por aquele projeto.

O caso é que, com um pouco de criatividade e iniciativa, é possível renovar os ambientes da sua casa. Veja agora 10 dicas de decoração para cada cômodo da casa!

Dicas de decoração para quartos

1. Dê prioridade às cores claras

O quarto é um lugar que precisa ser aconchegante. As cores escuras e mais fortes impedem sua mente e seu corpo de relaxar. As cores claras acalmam, além de oferecerem mais amplitude ao ambiente.

2. Invista na iluminação indireta

Além de criar um clima mais romântico, a iluminação indireta dá independência aos membros de um casal. Quem quiser ler antes de dormir pode utilizar a iluminação indireta sem atrapalhar o sono do outro.

Dicas de decoração para cozinha

3. Mude o visual dos azulejos sem retirá-los

Uma das formas de renovar o visual dos azulejos — sem precisar fazer obras e retirá-los — é a instalação de adesivos que imitam a porcelana. Existem diversas cores, padronagens e formatos para que você possa escolher.

4. Reaproveite itens que não usa mais

Os utensílios de cozinha que você não usa podem ser reaproveitados na decoração do ambiente. Tábuas, garrafas, potes e latas podem ser reutilizados na decoração. Basta um pouco de criatividade para encontrar uma nova utilidade para eles!

5. Invista em móveis planejados

Os móveis planejados deixam a sua cozinha mais organizada e funcional. Feitos sob medida, todos os espaços são aproveitados da melhor forma possível. A organização dos seus objetos, na cozinha, deixa a sua rotina mais prática.

Dicas de decoração para banheiro

6. Dê um toque de vida com uma planta

A presença de uma plantinha dá um toque de frescor e de vivacidade ao ambiente em que ela estiver. Você pode colocar plantas no banheiro, porém recomendamos que não abuse na quantidade delas. Um ou dois tipos, no máximo, podem conviver nesse espaço.

7. Coloque quadros no seu banheiro

Os quadros são tão versáteis quanto às plantas, pois podem ser substituídos quando você preferir. Escolha um ou mais cuja moldura seja feita de material resistente à umidade. Os quadros dão mais personalidade ao ambiente e podem até mesmo contar uma história. Você também pode colocar pôsteres.

Dicas de decoração para sala

8. Divida os ambientes com tapetes

Independentemente do tamanho da sua sala de estar, é possível criar subdivisões sem a necessidade de levantar paredes ou colocar mais móveis. Faça a divisão dos ambientes com tapetes e passadeiras.

9. Capriche nas almofadas do seu sofá

Além de proporcionarem mais conforto para quem for assistir televisão no sofá da sala, as almofadas transmitem a personalidade dos donos da casa. As capas podem ser alternadas de tempos em tempos para mudar o visual do ambiente.

10. Decore a sala com os seus objetos

Nem só de obras de arte, vasos e esculturas vive a decoração. A sala de estar pode ficar muito charmosa e cheia de personalidade quando você utiliza os seus próprios objetos para decorá-la: CDs, DVDs, revistas e livros podem ficar expostos.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e marque os seus amigos que desejam renovar a decoração de suas casas!

5 dicas incríveis para aproveitar espaços pequenos da sua casa

Objetos de decoração inovadores, iluminação e móveis planejados são grandes artifícios para aproveitar os ambientes pequenos de casas e apartamentos e torná-los funcionais e bonitos.

Mas não pense que estamos falando em estabelecer uma guerra de decoração, até porque em se tratando de casa, o melhor é fugir do caos e da bagunça!

Se você quer decorar e aproveitar os ambientes pequenos para deixar o seu lar organizado e estiloso, as dicas que daremos a seguir foram feitas pensando em você! Continue acompanhando e confira!

Otimize todo o espaço da sua cozinha

A cozinha é uma área especial da casa e muitas pessoas gostam de receber seus convidados ali mesmo. Ter uma cozinha organizada e prática faz muita diferença. Por isso, invista em armários planejados para ter maior ganho de armazenamento com prateleiras que permitam a utilização das quinas.

Outras dicas para aproveitar os ambientes pequenos da cozinha

  • Use ganchos nas portas dos armários para pendurar panelas;

  • Prefira torneiras com filtros acoplados para dispensar outro aparelho na cozinha;

  • Use aramados ou ímãs na parte superior da bancada para deixar objetos de uso contínuo;

  • Separe a bancada de secos e molhados: de um lado, fogão, geladeira e pia; do outro, armários e bancada para manipulação dos alimentos.

Crie uma sala de muitos ambientes e ocasiões

Apesar de comportar diversos ambientes e ocasiões, a sala não precisa ficar amontoada de móveis. Pelo contrário: é preciso ter uma área de circulação confortável.

Invista em móveis funcionais, que podem ser levados de um lugar para outro para acomodar seus convidados, como puffs e cadeiras leves. Use espelhos e papéis de parede com linhas horizontais para ampliar a sensação de espaço e plantas para harmonizar e dar vida ao ambiente.

Outra dica muito interessante é dividir os espaços utilizando painéis vazados, tapetes ou bancões que podem servir para sentar nos dois ambientes.

Torne o quarto do casal mais aconchegante

Use cabeceiras feitas sob medida para o quarto com criados-mudos acoplados. Prefira abajures ou iluminação que não usem a área do criado-mudo, mas que sejam pendurados ou instalados no teto.

Usar espelhos nas laterais da cabeceira também é uma estratégia interessante para dar amplitude ao ambiente e aproveitar a iluminação natural durante o dia.

Aproveite a iluminação natural do seu banheiro

Seja um pequeno lavabo ou um minúsculo banheiro, cores claras e iluminação dão sensação de amplitude e sofisticação. Por isso, não bloqueie a entrada de luz com boxes escuros e faça um projeto de iluminação inteligente para a área da bancada.

Outras dicas para aproveitar os ambientes pequenos do banheiro

  • Prefira ducha higiênica em vez de bidês;

  • Escolha móveis claros;

  • Opte por portas de correr no box e, se possível, na porta do banheiro para ganhar alguns centímetros na bancada ou até na área de circulação;

  • Use espelhos grandes, preferencialmente que cubram toda a extensão da parede ou do armário planejado.

Faça uma área de serviço prática e discreta

Necessária, a área de serviço precisa comportar as necessidades de limpeza e organização de toda a casa. Para facilitar os processos, pense em dispor armários e eletrodomésticos de forma inteligente, de acordo com a forma com que são utilizados. A máquina de lavar, por exemplo, deve ficar próxima ao tanque e ao varal para evitar que muita água pingue no chão.

Outra dica de extrema importância é sobre os armários de produto de limpeza. Mesmo que você ainda não tenha crianças, o ideal é que eles sejam mais altos, difíceis de abrir ou que tenham tranca. Assim, seus armários já estarão prontos para receber crianças, sejam como convidadas ou como parte da família.

Para aproveitar os ambientes pequenos da melhor forma, é preciso pensar nas necessidades dos moradores e também nas oportunidades que o próprio ambiente proporciona. Algumas casas e apartamentos possuem escadas e pode-se utilizar o espaço embaixo delas para fazer um porta-objetos ou um minibar personalizado. Tudo é possível com criatividade e bom gosto.

Gostou das nossas dicas? Então conte pra gente: em sua opinião, qual dos ambientes precisa ser decorado primeiro?

Cores na decoração: como escolher e como combiná-las?

Uma casa sem cor é como algo sem vida. Portanto, na hora de decorar os diferentes ambientes do lar, a cor é absolutamente necessária para tornar tudo mais apresentável e convidativo. Para muitas pessoas que começarão a mobiliar e decorar o apartamento recém-adquirido, ou dar aquela repaginada na decoração antiga, a escolha das cores é essencial e pode ser uma tarefa simples e divertida. Por isso, confira a seguir 6 dicas de como escolher e combinar as cores na decoração sem erro!

1. Inspire-se no seu guarda-roupa

Se você não tem ideia por onde começar e de onde se inspirar, um ótimo lugar é o seu guarda-roupas. Quando compramos nossas peças, geralmente buscamos modelos e cores que traduzem nossa personalidade e, as cores na decoração devem agir da mesma maneira, refletindo quem somos. Com suas peças favoritas em mãos, tente descobrir quais são suas cores favoritas, isso é um ótimo pontapé inicial.

2. Invista na regra das 3

Se você tem uma grande variedade de cores favoritas e não sabe o que fazer, tente a regra das 3. Escolha três cores e construa sua paleta em torno delas alternando diferentes padrões, texturas e tons. Uma boa dica é usar a proporção 60:30:10, onde 60 por cento da cor no ambiente é a dominante, 30 por cento uma cor secundária e 10 por cento uma de destaque. Por exemplo, as paredes podem ser pintadas na cor dominante, os estofados podem ser na cor secundária e os acessórios tais como vasos ou almofadas na cor destaque.

3. Escolha um ponto focal e trabalhe ao redor

cores_na_decoracao_azul_e_cinza

 

Se você está tentando adicionar cor a um cômodo, que está parcialmente mobiliado, com o intuito de deixá-lo mais alegre e aconchegante, busque sua cor dominante a partir de uma peça de mobiliário ou decoração que já está lá. Ela pode vir daquele móvel planejado lindo, daquela poltrona do cantinho da leitura ou até mesmo do assento da cadeira da cozinha. Dessa forma, mesmo que você adicione novas peças e cores, tudo conversará entre si.

4. Use o círculo cromático

cores_circulo_cromatico_analogas_complementares

 

Se você não tem certeza se as cores combinarão, utilize um círculo cromático. Você pode buscar um equilíbrio entre cores quentes, que são as de tons mais alaranjados, amarelados e avermelhados, e as cores frias, que são as de tons azulados, esverdeados e arroxeados, que se encontram em diferentes metades do círculo. Ou ainda buscar as cores análogas, aquelas que estão lado a lado, criando um tom sobre tom perfeito para tornar o ambiente muito mais charmoso.

5. Tenha atenção às dimensões do ambiente

Escolha as cores na decoração sabiamente para que o espaço não fique pesado e cansativo. Cores suaves e de padrões simples transmitem uma maior leveza para o ambiente, assim, funcionam melhor em cômodos de pequenas dimensões como comumente encontramos nos novos apartamentos. Enquanto cores fortes e de padrões mais complexos levam a uma sensação de maior euforia e vivacidade, sendo melhores para ambientes de grandes dimensões.

6. Considere a luminosidade para utilizar as cores na decoração

Preste atenção no impacto da iluminação no ambiente. A cor é um reflexo da luz, então o tipo e quantidade de luz que entra no ambiente terá um impacto significativo sobre as cores na decoração. Passe algum tempo no espaço e tome notas de como as mudanças de luminosidade afetam o ambiente. Um quarto que recebe menos luz do dia pode usar de cores quentes para transmitir uma sensação de calor, já se o que acontece é o posto, as cores frias serão suas aliadas.

Escolher uma combinação de cores para sua casa pode ser um desafio, mas elas também podem ser uma ferramenta poderosa para transformar um espaço simples em um ambiente sensacional. Lembre-se que sua casa deve ser uma extensão de sua personalidade e estilo, então busque as cores na decoração que te façam sentir bem e tragam bons sentimentos. Não deixe de comentar abaixo qual dica você pretende utilizar na decoração da sua casa!

8 truques para deixar o quarto maior!

Um quarto pequeno coloca um desafio único na decoração devido à falta de espaço, não é mesmo? No entanto, isso não significa que o cômodo tenha que parecer pequeno. Sabia que há muitas dicas e truques que designers de interiores e decoradores utilizam para deixar o quarto maior?

Usando as cores e os móveis certos, você vai conseguir deixar o quarto com uma aparência de ser bem maior do que é. Confira nosso post de hoje e fique por dentro desses truques!

 

Cores claras

quarto_cores_claras

A razão pela qual isso funciona é simplesmente porque as cores mais claras refletem a luz, fazendo o quarto parecer mais brilhante e mais espaçoso. A pintura mais escura absorve a claridade, dando a sensação de um espaço menor e mais restritivo. Parece mágica, não é mesmo?

 

Estilo monocromático

quarto_monocromatico

 

A combinação de cores é uma característica muito importante em qualquer projeto de decoração. Use combinações monocromáticas (aquelas em que se utiliza vários tons da mesma cor juntos, combinando) em todo o ambiente para criar a ideia de fluidez e espaço. Cores diferentes ou opostas irão segmentar o quarto, fazendo-o parecer menor.

Para uma ilusão óptica simples, pinte as sancas e rodapés com uma cor ligeiramente mais leve do que as paredes, para que o olho capte a sensação de profundidade. Incorporando este truque simples em seu design a impressão é de como se as paredes estivessem mais longe, dando uma ideia de que tudo ficou mais espaçoso.

 

A escolha dos móveis ajuda a deixar o quarto maior

Nem todas as ideias de design de quarto pequeno são ilusões ópticas. Obviamente, quanto menos móveis você tiver no seu quarto, maior ele vai parecer. Uma solução simples seria elevar sua cama e armazenar suas roupas por baixo. Você também pode comprar camas com gavetas e baús. Mas, não pare por aí, seja criativo: tente mesas e cadeiras dobráveis, por exemplo.

 

Móveis transparentes são verdadeiros aliados

 

moveis-de-vidro-para-quarto

Tente substituir sua mesa de madeira com tampo por uma mesa de vidro. Isso ocupa a mesma quantidade de espaço, mas engana o olho, dando uma sensação de espaço mais fluido e maior. Isso vale para suas prateleiras e cadeiras também!

 

Dividir a parede em zonas

Se você tem prateleiras ou armários, tente mantê-los mais perto do teto para chamar a atenção para cima. A maneira mais fácil de fazer isso é dividir sua parede em terços, em vez de duas metades. Deixe sempre a zona intermediária livre, sem qualquer interferência. 

 

Espelhos são a ilusão final

quarto_com_espelho

 

Se você tem uma parede nua ou mesmo uma porta do guarda-roupas ou do quarto, adicionar alguns espelhos é um ótimo truque para deixa-lo maior. Espelhos não apenas refletem a luz, mas também dão uma ideia de profundidade ou altura. Essa dica é importante: o uso mais comum é coloca-los em paredes opostas às janelas.

 

O espaço vazio é uma virtude

Algumas pessoas não percebem as virtudes do espaço vazio. Não é necessário preencher todas as suas prateleiras até a borda. O espaço vazio é essencial para uma sala menor, porque ajuda a deixar o quarto respirar um pouco. Se você encontrar a necessidade de decorar o seu quarto nos mínimos pedaços, siga o que chamamos de regra Cantaloupe, que afirma que seus objetos decorativos não devem ser menores do que um melão. Qualquer coisa diferente disso irá provocar a maior desordem na sua decoração!

 

Lâmpadas menores ajudam a aumentar a sensação de espaço

Em vez de ter uma fonte de luz solitária no meio de seu teto, tente usar várias lâmpadas menores ao redor do quarto. Isso vai chamar os olhos ao redor do cômodo, ampliando o seu senso de espaço.

Ah, e o mais importante: um quarto parecerá sempre maior se você o mantiver limpo e organizado. Experimente também diferentes tipos de móveis, camas e roupas de cama. Reorganizar o layout e construir prateleiras para maximizar o espaço do seu quarto também vão fazer o ambiente parecer maior.

Gostou das dicas para deixar o quarto maior? Que tal compartilhar com a gente alguma outra que você aprendeu por aí? Deixe o seu comentário aqui embaixo!

Vale a pena investir em móveis planejados?

Uma dúvida paira pela cabeça de quem está reformando a casa ou acabou de adquirir um imóvel novo: vale a pena investir em móveis planejados? A maioria das pessoas considera que os móveis planejados são mais caros que os móveis prontos, porém essa comparação só estaria certa se compararmos os planejados com móveis de baixa qualidade, extremamente acessíveis em questão de preço. 

O fato é que investir em móveis planejados traz benefícios para a sua rotina e até mesmo para a valorização do seu imóvel. É um investimento! Nós listamos abaixo 7 razões para que você entenda o quão importante é investir em móveis planejados. Confira!

 

1. Opções para todos bolsos

A aquisição de móveis planejados pode ser feita por todos os consumidores, independente do poder aquisitivo. Existem diversas marcas no mercado que atendem os mais variados nichos da população, desde a classe C até o público A+. As condições de pagamento também facilitam a aquisição dos móveis, que podem ter o valor do pagamento parcelado.

 

2. Melhor aproveitamento do espaço

Por serem planejados, esses móveis são produzidos de acordo com o ambiente que você tem disponível em casa. Os móveis prontos são genéricos demais, subaproveitando o espaço. Com os móveis planejados, você consegue aproveitar melhor o espaço, deixando o ambiente maior e mais prático para o uso.

escada-prateleiras

 

3. Personalização de acordo com o seu projeto

Se você tem preferências na hora de decorar e mobiliar a sua casa, opte pelos móveis planejados. Eles têm uma série de acabamentos, texturas e revestimentos que vão se enquadrar na proposta do seu lar. Os móveis prontos são fabricados em série, logo não têm a diversidade de cores e acabamentos que você deseja. Muitas vezes, você até gosta de um móvel pronto, mas não tem ele do jeito que você quer.

estante_planejada

 

4. O seu imóvel fica mais valorizado

Os móveis planejados valorizam, em média, em 20% o valor de um apartamento para alugar, pois o futuro inquilino já tem à disposição toda a estrutura do local. Essa mesma valorização acontece ao vender um imóvel com móveis planejados.

 

5. Mais fácil de limpar e de conservar

Por serem feitos com base em um mesmo padrão, os móveis planejados são mais fáceis de limpar e de conservar. A mesma técnica de limpeza é utilizada em todos os seus móveis planejados, ao contrário dos móveis prontos. Estes, possuem características próprias, o que faz com que a limpeza seja mais demorada e detalhada para evitar manchas, ricos e danos.

 

6. Maior tempo de garantia do que móveis comuns

Os móveis planejados possuem um maior tempo de garantia em relação aos móveis prontos. Isso faz com que você tenha mais tranquilidade e segurança na hora de adquirir móveis planejados, pois a fabricante fornece esse garantia maior devido a qualidade do produto que você adquiriu.

 

7. Móveis de acordo com a sua necessidade

Os móveis planejados são multifuncionais. Basta sentar com o seu arquiteto e projetista para definir todas as suas necessidades em relação à mobília da sua casa. Juntos, esses profissionais podem criar soluções que você jamais encontraria em móveis comuns, que foram feitos com somente uma finalidade. O guarda-roupas, os armários, a bancada da cozinha e todos os outros móveis podem ter o estilo que você definir, assim como o formato para utilizá-los da maneira que preferir.

balcão_loja_MDF_branco_e_vermelho

 

Viu só como vale a pena investir em móveis planejados? Deixe o seu comentário no post e nos conte o que falta para que você refaça o projeto da sua casa e instale móveis planejados.

O que devo considerar antes de comprar móveis?

Decorar a casa nova é uma das coisas mais gostosas que existem, não é mesmo? Tudo é escolhido como muito carinho para fazer parte de uma nova fase da sua vida.

Para que tudo saia como o desejado, você só precisa ter alguns cuidados importantes na hora de comprar móveis, por exemplo. Certos itens devem ser considerados antes para que você não tenha nenhuma dor de cabeça lá na frente.

Quer saber o que você deve considerar na hora de escolher os móveis? Então continue lendo e realize uma ótima compra!

Finalidade do móvel

Na hora de comprar um móvel, a primeira coisa que você deve levar em consideração é a sua finalidade. Ele fará parte da mobília de modo funcional ou será apenas parte da decoração?

Tenha em mente o exato objetivo antes de sair por aí procurando móveis para comprar. Pense na sua utilidade diária, se atenderá às necessidades da casa e dos seus moradores e se vale o custo do mobiliário. 

Tamanho dos móveis

Outro fator importantíssimo é o tamanho dos móveis e também do espaço onde você deseja colocá-los. Aliás, antes de comprar, primeiro saiba as medidas exatas do ambiente. 

Dessa forma, você já pode ter uma ideia do tamanho que o móvel deve ter para que o local fique agradavelmente harmonioso: nem muito apertado, nem com muito espaço sobrando. 

Se você está na dúvida quanto a isso, a melhor solução é optar por móveis planejados. Eles são feitos na medida certa e de acordo com o que você quer. Converse com bons profissionais e deixe nas mãos de quem sabe como fazer!

Combinação com a decoração

Dentro da mesma lógica do que foi falado por último, compre móveis que dialoguem com o resto do ambiente. Pense com cuidado na decoração, para que nenhum móvel comprado se desvirtue dos outros ou dos demais objetos.

É claro que nada precisa ser idêntico. Aliás, a decoração de interiores hoje permite que você brinque bastante com texturas, materiais e estilos diferentes em um mesmo espaço. Só tome cuidado com as combinações, para não deixar o ambiente pesado ou com um ar desorganizado. 

Durabilidade do móvel

Quando você compra alguma coisa, não pode olhar só a beleza. A qualidade também precisa ser um fator determinante na escolha! Por isso, opte por móveis com materiais de qualidade e mais duráveis. 

Por mais que eles possam parecer mais caros de início, você não tem ideia da economia que fará em longo prazo. 

Material usado

Os materiais dos móveis devem seguir a lógica do espaço onde eles ficarão. Por exemplo, se ele ficará na cozinha, deve ser de algum material de fácil limpeza e que também não absorva água. 

Madeira, inox ou até mesmo o MDF são estruturas que duram bastante. Já peças cromadas ou móveis laqueados devem ser evitados, porque descascam e riscam com mais facilidade. 

Segurança da compra

Sendo feita numa loja virtual ou não, sua compra precisa ser segura. Por isso, além de verificar as especificações dos móveis, observe também os dados e qualificações da empresa, para evitar fraudes e outros problemas. 

No caso de site, observe se ele tem selo de segurança, se possui uma boa descrição do produto e com imagens de qualidade do móvel. Veja também se a loja virtual possui sede ou então um endereço físico. 

Descrições e opinião de quem já comprou

Antes de comprar qualquer móvel, principalmente pela internet, leia com atenção todas as descrições disponíveis do produto. Se ainda ficar alguma dúvida, entre em contato antes e pergunte. 

Uma coisa que ajuda bastante também é ler as opiniões e avaliações de quem já comprou aquele produto. Geralmente essas pessoas deixam na página do produto um feedback da compra que fizeram, mostrando se é confiável ou não adquirir aquele móvel. 

Agora que você sabe o que deve considerar ao comprar móveis, está mais seguro para seguir com a decoração da sua casa nova? Para não ficarem mais dúvidas, assine nossa newsletter e receba mais dicas como essa!

Veja como planejar a decoração da sua casa!

Com todas as informações disponíveis em revistas e redes sociais, decorar a casa se tornou algo fácil e bastante acessível. No entanto, se você não sabe por onde começar, não se preocupe, o segredo é bem simples: planejamento. 

Planejar a decoração é essencial para que a tarefa, que é para ser divertida, não se torne um verdadeiro fardo e você acabe metendo os pés pelas mãos.

No post de hoje, nós mostraremos 6 dicas de como planejar a decoração para ter a casa dos seus sonhos de maneira acessível e eficiente. Confira!

1. Anote tudo

Primeiro, pegue lápis e papel e tome nota de tudo a ser feito: quais ambientes serão decorados, a quantidade de objetos e móveis que serão comprados, qual o seu orçamento, qual o tempo máximo para que o trabalho seja feito, a cor predominante em cada ambiente, que tipo de decoração você procura, dentre outros detalhes.

Decorar uma casa pode parecer fácil, mas planejar-se é essencial para manter os pés no chão e atingir as expectativas sem que tudo desande durante o processo.

2. Crie uma pasta de ideias

A menos que você goste de salas brancas e vazias, vai precisar escolher paletas de cores, identificar estilos que combinam com você e móveis e objetos que chamam a sua atenção, pois assim decidirá mais facilmente quais produtos utilizar.

Você pode fazer isso à moda antiga, comprando uma pasta com divisões para colocar todas as inspirações que encontrar, sejam elas recortes de revistas ou amostras de tecidos e materiais. Você também pode usar o seu tablet ou smartphone para salvar as imagens e vídeos que encontrar nas mais diferentes ferramentas online sobre o tema. Isso será um bom direcionamento ao planejar a decoração.

3. Considere ajuda profissional

Muitas vezes, pensamos que fazer tudo por conta própria significa economizar bastante, mas nem sempre isso corresponde à realidade. Antes de decidir que você será o único encarregado da decoração, procure saber sobre os serviços de um profissional.

Designers de interiores, por exemplo, têm experiência na área e mostram onde dá para economizar e onde é necessário um investimento maior, sabem dizer qual tipo de móvel é ideal para o ambiente, se vale a pena investir em um móvel customizado, criando, portanto, um projeto que preza pelo seu conforto e pela sua personalidade. 

4. Pesquise antes

Não adianta ter pressa na hora de comprar os objetos e móveis que serão utilizados na decoração. Muita pesquisa é fundamental.

Atente-se não somente ao preço, mas à qualidade do material, aos fornecedores dos móveis, se você conseguirá um projeto que atende às dimensões do cômodo e aos seus gostos, e, também, às formas de pagamento. Os valores dos itens de decoração variam de lugar para lugar, de modo que realizar uma pesquisa minuciosa é importante.

5. Preste atenção no tempo

Um processo de decoração não é algo que acontece do dia para a noite, ele demanda tempo e paciência. Logo, estipular um cronograma é de grande ajuda. Estabeleça um tempo máximo para que tudo fique pronto e tenha metas do que você quer que seja finalizado mais rapidamente e o que pode esperar.

Atentando-se ao tempo, você tem uma ideia de como andam as coisas, se está muito devagar ou muito corrido. Vale salientar, porém, que imprevistos sempre aparecem, levando a atrasos.

6. Não se esqueça dos detalhes

Outro ponto importante ao planejar a decoração é ficar atento aos pequenos detalhes. É importante ter em mente tudo o que deve ser feito antes de começar o trabalho propriamente dito.

Limpar o ambiente antes de receber os móveis e objetos, medir as dimensões dos cômodos para ter certeza de que vão caber, monitorar o transporte das peças até sua casa, tudo isso facilitará muito o processo, pois previne uma série de estresses que você, certamente, não quer ter.

Planejar a decoração é um processo longo, mas que vale a pena quando o que está em jogo são os nossos sonhos. Assim, programe-se para que as coisas corram da melhor forma e não gerem tanta dor de cabeça. Com nossas dicas, você conseguirá ambientes de cair o queixo! 

E aí? Pronto para decorar sua casa? Compartilhe sua opinião sobre o tema nos comentários!